quinta-feira, 10 de maio de 2012

Parabéns Deputado, o PPS de Marabá agradece.


Salame defende melhor saúde em Marabá


O deputado João  Salame (PPS) apresentou, nesta terça-feira 8, no plenário da Assembleia  Legislativa do Pará (Alepa),  moção em   favor de uma ação que resulte em melhoria da saúde pública de Marabá. O parlamentar solicitou ao prefeito daquele município, Maurino Magalhães, mais atenção às atividades de promoção e proteção à saúde e prevenção de doenças, que atualmente são precárias, além das devidas reformas físicas nas unidades apontadas  como precárias num relatório do Sindicato dos Médicos.

"Recentemente recebemos um relatório do Sindicato dos Médicos do Pará (SINDIMEPA) referente a visita técnica realizada no município de Marabá do qual se constata a precariedade nas estruturas físicas de hospitais e posto de saúde, e deficiência na atenção primária à saúde da população", disse o deputado. "O Posto de Saúde de Laranjeiras, que é um posto de unidade básica de atendimento, está necessitando de melhorias em suas instalações, equipamento, materiais e um melhor serviço de contra referência para encaminhamento dos casos a serem resolvidos em unidades de média e alta complexidade, cuja regulação é muito deficitária".

Já no Hospital Municipal de Marabá, os sindicalistas constataram que as cirurgias eletivas estão suspensas há quatro meses por falta de material. Além disso, o hospital conta apenas com um neurologista e apresenta situação precária na área de urgência e emergência em relação às instalações e infraestruturas em geral, e,  segundo eles, talvez muito piores que um hospital de guerra! No Centro Cirúrgico foram constatadas infiltrações em toda a área, graves deficiências de climatização, paredes com o reboco descascado, falta de canalização de gases medicinais, apenas três das sete salas de cirurgia funcionando, sérias deficiências na quantidade e qualidade dos materiais cirúrgicos, focos das salas cirúrgicas defeituosos, apenas dois carros de anestesia, ausência de expurgo, pessoal técnico sem treinamento de ingresso no setor, goteiras em várias partes do centro, infiltração de água através do quadro de energia com risco de incêndio, apenas uma autoclave em funcionamento e ainda dando choque, piso quebrado em vários pontos, e inexistência de aparelho de raios X."

Na emergência, conforme o relatório do  Sindicato dos Médicos, os pacientes ficam em bancos de madeira ou tomando soro sentados em cadeiras de plástico, consultórios médicos sem macas para exames, uma UCI improvisada com dois respiradores e quatro leitos em uma sala sem as dimensões adequadas tecnicamente, pacientes do sexo masculino atendidos e em observação junto com pacientes do sexo feminino, falta grave de medicamentos.
No que se refere ao Hospital Materno Infantil, em que pese as instalações em geral se apresentam de regulares a boas, há falta de material básico e problemas no atendimento de gestação de alto risco, pois o Hospital Regional não atende esta demanda. Não há plantonista na sala de parto, o que obriga normalmente o plantonista pediatra a dar cobertura na enfermaria e UCI com seis leitos tendo que cobrir também sala de parto.

Outro problema apontado é a dificuldade de encaminhamento de crianças que necessitam de cirurgias cardíacas por falta de medicamentos como Prostim e Mignone para sua estabilização e remoção e com dificuldade também na transferência ao Hospital de Clinicas em Belém que é a referência para estes casos. A UTI pediátrica para 10 leitos está há um ano em construção e continua inconclusa.

"Nesse sentido, sendo o principal problema na área de saúde de Marabá a Atenção Primaria, solicitamos ao Excelentíssimo Prefeito, atividades de promoção e proteção à saúde e prevenção de doenças, que atualmente são precárias, além das devidas reformas físicas aqui levantadas como medida salutar à população marabaense".

Pastor Salvador na mídia Marabaense


09
MAI
Categoria: Sem categoria / quarta-feira, maio 9, 2012, 9:49


Leitor  Francisco Salvador Alves Bezerra envia mensagem denunciado o surgimento de caramujos na Folha 12, Núcleo da Nova Marabá, em consequência do acúmulo de lixo.
Segundo Francisco, “o lixão está a ponto de provocar uma epidemia de esquistossomose. Muitos caramujos que vivem do lixo, e que não sabemos se são nocivos ou inofensivos, estão por todos os lados”, descreve, solicitando a presença de agentes da secretaria de Saúde do município, para verificar a gravidade do problema.

domingo, 5 de fevereiro de 2012

Uma vitória que serve de exemplo.

05/02/2012
Presidiários de Marabá são aprovados no Enem 2011

Quatro internos do Centro Regional de Recuperação Agrícola "Mariano Antunes" (Crrama) foram aprovados pelo Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), prestado em outubro de 2011. Tatiane de Souza Santos, Djanira Feitosa dos Santos, Catiane Santana Oliveira e Pedro Varão Sá Neto, todos atualmente com alvará de soltura, tiveram pouco mais de um mês de preparação no próprio presídio.
As aulas foram ministradas por professores voluntários da rede estadual, por meio de parceria entre a direção do Crrama e 4ª Unidade Regional de Educação (URE), para 10 presos que se inscreveram no exame.

Segundo a coordenadora pedagógica Roberta Araújo, que presta serviços no presídio e é a principal responsável por incentivar os presos a se inscreverem, os internos que não concluíram os estudos e foram aprovados agora podem conseguir essa certificação por meio de suas notas. “Eles tiveram aulas de todas as disciplinas durante um mês. Foi uma espécie de cursinho antes do Enem. Foi pouco tempo de aula, mas isso já trouxe resultados", comemorou.

Exemplo
Para Roberta, os resultados são um incentivo aos demais que também têm a intenção prosseguir nos estudos. “A partir do momento em que eles fizeram e foram aprovados, os outros internos nos procuram dizendo que querem fazer o próximo”, afirmou.

Ela conta o presídio já conta com uma turma inscrita no programa Educação de Jovens e Adultos (EJA). Os alunos têm aulas diárias e estão matriculados entre a primeira e a quarta séries do ensino fundamental. A previsão é de que em março sejam implantados também de quinta a oitava séries e o ensino médio. “É realizada uma triagem entre quem tem interesse e, a partir disso, eu faço a ficha deles e a matricula, colocando-os em alguma série”, informou. Atualmente são 62 alunos tendo aulas.

Entre os quatro aprovados, Pedro Varão é o único que já faz um curso fora do presídio. Ele também foi aprovado no Enem de 2010 e, desde então, está matriculado em um curso técnico de Segurança no Trabalho. Além das aulas, o presídio conta também com uma biblioteca onde os presos têm acesso aos livros que utilizarão para estudar. “Quando eles levam os livros para as celas e fazem um resumo há ainda a remissão da pena. Atualmente são 30 internos que estão cadastrados na biblioteca”, explicou a coordenadora.

A interna Djanira, de 35 anos, só fez o exame porque Roberta insistiu muito para que ela entregasse seus documentos e fosse inscrita. Ela tinha medo de não conseguir sair-se bem devido ao tempo em que permaneceu longe dos bancos escolares.
“Fazia uns 20 anos que eu não estudava e aqui dentro é muito complicado para estudar. Eu não sabia se ia conseguir ou não, por isso é uma gratificação ter conseguido”. Agora que provou para si mesma que é capaz de conseguir bons resultados estudando, ela pretende ir além e continuar estudando para, se possível chegar a cursar Direito.

Tatiane, de 25 anos, estava desde os 20 sem frequentar a sala de aula e surpreendeu a muitos conseguindo alcançar a média 8 na redação. A nota, considerada boa, também deixou ela incentivada para continuar adiante. "Foi muito gratificante e eu fiquei surpresa com meu resultado".

Ela relatou que é difícil conseguir um espaço e concentração para estudar quando se está na cadeia. "É difícil se concentrar porque tem muito barulho. Então, eu me empenhava de madrugada, quando todo mundo estava dormindo", recordou. Para não atrapalhar o sono das colegas ela se trancava no banheiro com a luz acesa. "Eu fiquei muito feliz porque foi uma forma de mostrar para mim mesma que sou capaz, apesar de estar presa".

A moça é mãe de dois filhos e o fato de gostar muito de crianças contribuiu para o desejo de um dia sair da prisão e conseguir cursar Pediatria. Se conseguir, ela também estará realizando um dos principais desejos do pai. “Ele sempre quis ver pelo menos um dos filhos formado", revelou. (Luciana Marschall)



Para diretor do Crrama,a sociedade é que ganha

O diretor do Crrama, capitão PM Emmett Alexandre Moulton, acredita que quem mais ganha com a situação é a sociedade. "A educação é o caminho para quem quer ser alguém na vida. Ela transforma pessoas e isso com certeza vai transformar a vida deles. Daqui a pouco eles estarão formados e trabalhando". A qualificação traz mais oportunidades de emprego, um dos principais empecilhos para quem acaba de sair da prisão. "Eles estão de parabéns porque a gente sabe da dificuldade de se estudar dentro do cárcere. O que a gente tenta fazer aqui é dar todos os meios possíveis deles estudarem”, garantiu.

Se a média de internos aprovados no Enem continuar aumentando, em breve muitos terão reais chances de chegar a uma universidade. Em 2010 apenas um preso conseguiu ser aprovado, enquanto no último ano, além dos quatro que foram aprovados, muitos tiveram bons resultados, geralmente esbarrando em apenas uma disciplina.

“Eu observo que muitos dos que estão aqui foram presos por falta de oportunidade na vida. Mesmo que não justifique um crime, muitos realmente caíram nesse mundo porque não tinham nem como sustentar a família", observou o diretor.

O diretor da 4ª URE, Pedro Souza, declarou que o EJA havia sido implantado apenas nos presídios de Belém e o Crrama é o primeiro a receber o programa no interior do Estado. “Isso é o mínimo que o Governo deve oferecer já que a educação é um direito de todo cidadão”, enfatizou.

A respeito das novas turmas que serão implantadas neste ano, o diretor explicou que tudo funcionará como em uma escola normal, com aulas diárias. “Isso é muito importante para a reinserção social dessas pessoas. Uma pessoa que consegue sair da prisão para uma universidade está dando um grande passo”, comentou.

Segundo ele, a demanda no Crrama é muito grande, porém é preciso lembrar que existem critérios a serem respeitados durante a triagem dos presos que serão matriculados. “Eles precisam estar em regime semi-aberto, apresentar boa conduta e estarem interessados em aprender”, ressaltou. (L.M.)

sexta-feira, 3 de fevereiro de 2012

Pastor Silas Malafaia vai lançar um dos pastores de sua denominação como candidato a vereador pelo PMDB...Sucesso ao nobre Pastor.



O pastor Silas Malafaia, líder da Igreja Assembleia de Deus Vitória em Cristo (ADVEC), foi um dos principais responsáveis pela eleição do seu irmão, o pr. Samuel Malafaia (PSD/RJ), ao cargo de deputado estadual no último pleito. Ele agora prepara o lançamento de um dos pastores de sua denominação ao cargo de vereador nas eleições desse ano.

De acordo com o jornalista Lauro Jardim, da Revista Veja, o candidato que Malafaia irá lançar será o pastor Alexandre Isquierdo, da ADVEC, que se filiou recentemente ao PMDB.

Isquierdo, como é conhecido, é pessoa de confiança de Malafaia e participou ativamente da coordenação da candidatura do pr. Samuel Malafaia ao cargo de deputado estadual e, atualmente, é chefe de gabinete do deputado.

O futuro candidato do líder da ADVEC foi também um dos responsáveis pela organização da Marcha Para Jesus realizada em junho de 2011, no Rio de Janeiro.

Fonte: Gospel+



Nos últimos anos têm crescido o número de movimentos cristãos focados em incentivar os jovens a esperar para manterem relações sexuais somente após o casamento. No Brasil esse tema tem sido grandemente discutido pelo movimento “Eu Escolhi Esperar” e pela pastora Sarah Sheeva, que nos últimos dias tem sido muito comentada nas redes sociais como Twitter e Facebook.

Um vídeo promovido pela organização do “Day of Purity” (“O Dia da Pureza”, em tradução livre) se tornou sucesso na internet por abordar o tema, promovendo a pureza sexual entre jovens e adolescentes. O vídeo foi publicado no Youtube no dia 22 de janeiro e já tem quase 300 mil visualizações.

De acordo com a agência Charisma o “Day of Purity” acontece no dia 14 de fevereiro, dia dos namorados nos Estados Unidos, e é marcado como um dia em que os jovens fazem demonstrações públicas de seu compromisso em permanecerem puros sexualmente até o casamento, conforme a orientação bíblica.

“Temos mais de 175 países que acessaram este vídeo, em todos os lugares, desde a Mongólia até o Sudão, Islândia e Gana, todos os lugares que você pode imaginar”, disse Amber Haskew, diretora internacional do Dia da Pureza.

Haskew está entusiasmada em promover uma ampla conversa sobre os benefícios emocionais, fisiológicos e até mesmo financeiros de se reservar para o casamento. “Eu estou emocionada que a mensagem de espera para o casamento está chegando a tantas pessoas”, afirmou.

Dados da “Family Research”, revelam que dois terços dos jovens que tiveram relações sexuais antes do casamento lamentaram terem feito.

Assista ao vídeo:

Fonte: Gospel+

Senado anuncia que dará prioridade para PLC 122 ser votada em breve.

O presidente da Comissão de Direitos Humanos e Legislação Participativa (CDH), senador Paulo Paim (PT-RS), garantiu na última terça-feira (31) que a PLC 122/06 será votada até o fim desse ano. Ao destacar as matérias a que a comissão vai dar prioridade em 2012 o senador afirmou que o projeto de lei que criminaliza a homofobia será um deles.

De acordo com a Agência Senado o presidente da CDH afirmou que existe boa vontade entre os parlamentares para a construção de acordo com a relatora da matéria, a senadora Marta Suplicy (PT-SP), e o senador Marcelo Crivella (PRB-RJ), um dos críticos do projeto. Paim busca um meio termo na discussão defendendo que a opção sexual não pode ser motivo para discriminação, assim como deve ser garantido o direito de opinar sobre o tema.

“Vamos tentar resolver este ano. Não devemos permitir mais que a orientação sexual seja motivo de discriminação. Mas também devemos preservar o direito de os evangélicos e católicos manifestarem a sua visão sobre o tema, sem discriminar as pessoas” afirmou o parlamentar.

Em busca desse meio termo, Marta Suplicy excluiu do texto do projeto a criminalização em caso de manifestação pacífica de pensamento fundada na liberdade de consciência, de crença e de religião. Essa decisão não recebeu apoio de representantes do movimento LGBT, como o deputado Jean Wyllys (PSOL/RJ). O deputado chegou a afirmar que as alterações de Suplicy tornaram o projeto inócuo.

Fonte: Gospel+

PT estaria planejando calar lideranças evangélicas para ocupar influência política junto aos fiéis...Cuidado meu povo.

O jornalista Reinaldo Azevedo, da revista Veja, publicou matéria em que afirma que o petista Gilberto Carvalho pretende disputar a influência por liderança do meio evangélico. Segundo o relato do jornalista, durante uma palestra, Carvalho afirmou que “é preciso fazer uma disputa ideológica com os líderes evangélicos pelos setores emergentes”.

Para o articulador político do Partido dos Trabalhadores, o setor evangélico é uma força “emergente”, e quem obtiver influência ou simpatia dos líderes dessa parcela da população, terá mais força política nas eleições, segundo informações do jornalista Azevedo.

A matéria cita ainda que o planejamento do partido pretende anular o poder de mobilização das igrejas evangélicas, “especialmente nas questões relativas a costumes” e quer ter todos os setores da sociedade sob influência direta: “Mesmo os movimentos de crítica e reação hão de estar subordinados a este ente. Haver organismos, entidades, grupos ou religiões que cultivem valores fora do abrigo do partido é inaceitável”, escreve.

O ideal petista, segundo o artigo do jornalista, é a “completa laicização da sociedade, sem espaço para a moral privada ou de grupo. Teses como descriminação do aborto, legalização das drogas, união civil de homossexuais, proselitismo sexual nas escolas (nego-me a chamar de “educação” o tal kit gay, por exemplo) tendem a encontrar resistência. E as vozes que lideram essa resistência costumam ser justamente as dos evangélicos”.

O Pastor Silas Malafaia anunciou que neste dia 31 de Janeiro iria comentar as afirmações do político petista, mas até o fechamento desta matéria o líder da Igreja Vitória em Cristo não havia se pronunciado.

Fonte: Gospel+